Dark Black Magician é um Elder Druid de Luminera com um currículo tibiano de dar inveja. Ao longo de sua vida no jogo, ele virou tutor, participou do Council, encontrou muitos bugs, criou o que é hoje um dos life threads mais visitados do fórum, tornou-se membro da equipe do TibiaBR e começou uma grande caçada aos bosses do jogo, somando mais de 400 bosses mortos ao todo! Dark Black Magician falou sobre tudo isso e muito mais em um papo descontraído, mostrando muita simpatia e seriedade em alguns pontos.

 


 

Flashbek: Fale-nos sobre você! Quem é a pessoa por trás do Dark Black Magician?

Dark Black Magician: Bom, meu nome é Luis Fellipe, tenho 19 anos, moro em Campina Verde – MG. Atualmente estou a toa ;-;, mas começarei o curso de Fisioterapia em Janeiro.

Flashbek: E o que você faz para se divertir quando não está jogando Tibia?
Dark Black Magician: Bom, eu gosto muito de ler, assistir animes e seriados, além de jogar videogame, huahhauhua. Game of Thrones (e solto spoil pra todo lado, tenho que me controlar ;-; ), The Walking Dead, são exemplo de seriados/livros que eu assisto/leio. Animes um exemplo seria Naruto, e videogames, hum, Resident Evil, e Final Fantasy, meu avatar me condena, hehe (Sephiroth, Final Fantasy 7).

Flashbek: Ook então. Vamos falar do lado que realmente nos interessa: Tibia. Como conheceu o Tibia? Conte-nos sua primeira experiência com o jogo. Você logo de cara já viu que jogaria esse jogo por anos?
Dark Black Magician: Vish, como conheci o jogo. Hum, em 2007, era o ‘auge’ do jogo, o pessoal da escola jogava e vivia falando sobre. Para todo lado era Tibia aqui, Tibia ali, e acabei pegando uma certa raiva do jogo por ficar alone nas conversas, auheaue. Depois de um tempo, fui fazer um trabalho de escola na casa de um colega e quando eu chego lá, ele está jogando. Viciado do jeito que ele era, tive que esperar ele caçar para fazermos o trabalho. Depois que o trabalho acabou, fiquei um pouco lá na casa dele para ver ele jogar, por curiosidade. Quando notei, estava indo lá ver ele jogar todo dia, até ele criar um char para que eu tentasse jogar. Nunca lembrei a senha, huauha, mas lembro que o nome era Lipe Doidim ‘-‘ . Comecei a jogar de verdade quando ganhei meu computador, isso em 2008. Assim criei meu primeiro char, em Zanera. Contei para os amigos da escola, que me sacanearam falando ‘Aaah, o Luis vai morrer pra rato em Rook!’. Minha lista de mortes é enorme, mas felizmente, nenhuma pra rato. Quando enfrentei eles pela primeira vez e não morri, pensei: ‘Viu, sou mais forte do que vocês pensam’, uauahhua. Nunca pensei que ia jogar tanto tempo assim (e põe tempo nisso, fazem 6 anos já D: ), no início fui jogar apenas como curiosidade, não gostava muito do jogo xD

Flashbek: Qual o motivo de ter escolhido Zanera? Ainda joga lá? E o que te trouxe para Luminera?
Dark Black Magician: Na real foi aleatório o mundo. Era o último da lista, foi esse o motivo, kk. Não jogo lá, deletei meu char, mas o recriei em Luminera, que é o Dark Ellsio. Vim para Luminera pois tomei hunted lá, quando tinha level 11, kkkk. O mundo foi ao acaso também, escolhi um nome aleatório na página de criar o char, e veio um nome ‘x Luminus’. Gostei do Luminus e o mantive, procurei um nome de mundo adequado (e non pvp, para não sofrer outro hunted), e achei Luminera, então troquei o Luminus por Luminera. Assim surgiu meu knight, o Dark Leader Luminera.

Flashbek: Então primeiro foi o Dark Ellsio e depois o Dark Leader Luminera? Quando é que o Dark Black Magician entra nessa história?
Dark Black Magician: Sim, e no meio do Dark Ellsio e do meu knight, existe outro Dark na história, que era de Zanera também, mas deletei. Comecei a caçar com o knight, e upei ele até o level 20. Sinceramente não gostei da vocação, e decidi criar um mage. Foi aí que o DBM surgiu.


Screenshot mais antiga do personagem Dark Black Magician

Flashbek: Como foi a sua primeira premium account?
Dark Black Magician: Meu primeiro contato com Premium, foi quando a Cip presenteou todas as pessoas que nunca haviam colocado uma Premium, com 1 semana Premium de graça. Assim, eu conheci todas as cidades, comprei magias e fiz até meu primeiro addon (hail sniper gloves). Após isso, comprei uma premium de 3 meses. A partir daí, larguei de vez o universo Free Account.

Flashbek: Então vamos falar do seu personagem princial, o “DBM”. Por que esse nick “Mago Negro Preto”? Tem alguma história por trás disso?
Dark Black Magician: Realmente, traduzido o nome fica meio estranho. Mas já vi outras traduções, como Mago Negro Sombrio, que são melhores, riaria. Meu Knight entrou em uma extinta guild chamada Dark Legion. Eles seguiam uma regra: apenas podiam entrar na guild, as pessoas cujo o nome se iniciava com ‘Dark’. Sendo assim, meu kina entrou de boa. Como fui criar um mage, e queria ele na guild, tinha que por o Dark no nome. Iria por Dark Magician, em homenagem ao monstro Dark Magician, pois eu curtia a roupa que ele usava e ele era forte (na época). Mas já tinha esse nome ;-;, sendo assim, criei parecido, o ‘Black Magician’. Mas eu precisava colocar o Dark para entrar na guild. Então: Dark Black Magician. Vale ressaltar que a guild acabou quando eu era level 12 no DBM, mas o nome ficou. Muitas pessoas acham que meu nome tem a ver com o monstro Dark Magician do Yu-Gi-Oh, ou outras cartas parecidas, mas não é baseado nele, uhahuahua.

Flashbek: Decepção. Yu-Gi-Oh ruleia.
Dark Black Magician: Mas eu gosto de Yu-Gi-Oh até. Se eu procurar, até hoje tenho as cartas guardadas por aqui, e não posso esquecer do Yu-Gi-Oh Forbidden Memories, que marcou minha infância.

Flashbek: Dá para perceber pela assinatura do seu usuário no fórum do TibiaBR que você é bem chegado em matar um boss. Sua lista é incrível. O que te levou a caçá-los assim?
Dark Black Magician: Bom, na verdade na lista não tem todos os bosses, pois não cabia, uhahua. Além do mais os números são de Luminera, e eu não mato bosses apenas lá. Eu me interesso por bosses desde a época de videogame, afinal, como o nome diz, são os chefes do jogo, dão aquela adrenalina na hora de matar, principalmente com trilha sonora, etc. No Tibia não existe som, mas, dependendo do boss, a emoção de se matar é grande. Depois que achei meu primeiro boss, fiquei animado e quase em seguida achei o segundo. Isso me motivou a iniciar a caça aos bosses, que é o que eu faço até hoje. Nunca fui voltado ao powergaming, então são os bosses que me fizeram continuar jogando, juntamente com as amizades.

Flashbek: Existe algum boss especial ou preferido? Por quê?
Dark Black Magician: Bom, acho que todos que caçam bosses devem ter um boss preferido. O meu sem dúvida é o Orshabaal. Comecei a admirar esse boss quando li um artigo e vi um vídeo sobre ele, uma máquina de matar antigamente. Isso me motivou a caçá-lo, virou um objetivo e, claro, porque ele dropa meu item favorito no jogo, o Thunder Hammer. Vale lembrar que eu nunca derrotei um Orshabaal no Global, o último que teve eu errei a magia


Dark Black Magician errou a magia porque o Orshabaal apareceu mais abaixo do lugar de costume (imagem cedida pelo jogador Justica Demaciana)

Flashbek: Você tem alguma história interessante com algum boss para nos contar? Sinta-se a vontade para encher a tela com texto
Dark Black Magician: Vish, lá vai. Há um boss em especial, que é o Man in the cave. Luminera é o mundo em que esse boss nasceu, é o ícone daqui, e… eu nunca matei ele . Sempre chequei, mas nunca tive a sorte de encontrar o danado. Eis que, durante um test server em que iniciei minha amizade com o Tjured, perguntei de maneira inocente, se ele podia sumonar o Man in the cave para mim. Ele não sumonou o.o, mas sumonou bosses do tipo Ferumbras, e etc, mas não o Man in the cave. Fiquei indignado com isso, queria matar um. Pedi para a Mirade, Count Tofifti, Rejana, Siramal, e nenhum sumonava o Man in the cave. Fiquei meio assim ‘porqueeeeeee ;-;’. Eis que o Bolfrim me respondeu o porque. Ele está em uma lista de bosses PROIBIDOS de serem sumonados no Test Server, salvo raras exceções. Essa lista inclui Yeti, Apocalypse, etc. Desde então toda vez que o Tjured sumona algo no Test Server, eu falo pra ele sumonar o Man in the cave. Para pegar ele distraido e tal, quem sabe D: Mas, durante a monster rampage de 2013, ao me ver fugindo dos summons dele em Carlin, ele finalmente sumonou um para mim. E olha que eu nem precisei pedir, foi ele me ver, e pá, Man in the cave (clique aqui para ver a imagem)! Matei no Test Server, mas falta no global agora, e a busca continua!

Flashbek: Citando o Test Server, já vi fotos em que você aparece com Apocalypse e outros Ruthless Seven. Quando foi isso?
Dark Black Magician: Foi no fim do mundo. Final de 2012, uhauhauha. Houve uma super monster rampage, onde os membros da Cip acabaram sumonando Apocalypse, Verminor, Infernatil e Arkhotep, bosses raríssimos de aparecer no Test Server.

DBM enfrentando o temido Apocalypse (milisegundos antes de um exani hur “up)

Flashbek: Como você consegue matar tantos boss assim? Você tem alguma dica para dar a nossos leitores?
Dark Black Magician: Bom, sorte é essencial. Antes, como todos provavelmente sabem, o respawn deles era aleatório. Hoje em dia, depois de uma mudança da Cip, não está mais tão aleatório assim. Isso é uma faca de dois gumes para quem os checa. Existem padrões, taxas de respawn e tudo mais, e eu não vou revelar essas coisas, pois pra mim seria uma ofensa para quem caça bosses durante muito tempo. Mas a minha dica é sempre olhar a estatística de morte deles.

Flashbek: O que seria essa taxa de respawn?
Dark Black Magician: Seria o tempo mínimo em que um boss aparece no jogo. Cada boss tem um tempo mínimo, alguns tem um tempo exato de uma semana, outros 5 dias, outros 20 dias. Seria a ‘média’, o tempo mínimo para ele nascer, não nascendo antes disso. Descobrir isso demorou e tive ajuda de um colega, que tinha uma teoria sobre o undead cavebear, e quando achamos o respawn de um, resolvemos por em prática. E ela foi confirmada, e assim, testei em outros bosses e pronto, encontrei o padrão.

Flashbek: Há quanto tempo você conhece esses padrões?
Dark Black Magician: Bom, a Cip adicionou isso ano passado, quando mudou as invasões e adicionou os silver raid token, etc. Descobri isso 2 semanas após lançarem esse patch, que como eu falei, foi no undead cavebear. Eu filmei dois vídeos no TibiaCast para provar que eu sabia a hora que eles nasciam. Após isso várias pessoas vieram falar comigo a respeito, eu dava pistas, mas nenhuma info direta. Sabendo do tempo do cavebear, acabei monopolizando ele pois queria os itens de criatura, sendo assim matei vários, mais de 150, uhahuauha. E claro, muita gente não gostou disso, meus colegas ficaram bem bravos com essa situação, e quase deu problemas para mim na minha antiga guild. Mas, depois que dropei ambos os itens, parei de ir lá, e estou assim até hoje. É raro eu checar um undead cavebear. Após isso comecei a pesquisar sobre os outros bosses, e assim, comecei a ver as taxas de respawn dos mesmos.

Flashbek: Que tal nos dizer algumas curiosidades sobre sua vida de caçador de boss? Qual foi o seu primeiro?
Dark Black Magician: O meu primeiro boss foi o The Big Bad One, o boss dos wolfs que nasce em Edron. Estava indo para a Hero Cave, quando encontrei ele. Mesmo sendo fraco, fiquei muito feliz de achar esse boss, e foi ele que deu início a minha caçada por bosses.

Screenshot do primeiro boss do DBM

Flashbek: Qual foi o que deu mais trabalho?
Dark Black Magician: Meu boss mais difícil e complicado de matar, foi meu primeiro Sir Valorcrest. Foi meu segundo boss. Eu era level 102 na época~, por aí. Foi muito difícil, gastei mais de 300 pots para derrotar ele, eu apanhei demais e não sabia seus golpes e tudo mais. Após a longa luta e a queda dele pensei ‘uau, derrotei um vampire lord’.

Flashbek: Qual foi seu melhor loot?
Dark Black Magician: Sem dúvida meu melhor loot de bosses foi o Wooden Whistle do boss Fernfang. E eu já havia matado mais de 30 Fernfangs até dropar um.

Dark Black Magician exibindo seu recém conquistado Wooden Whistle

Flashbek: Você é tutor no Tibia. O que te incentivou a virar tutor?
Dark Black Magician: Bom, tudo começou com o meu primeiro contato com os GM’s. Eu estava caçando no DBM, para o norte do mount sternum, onde tem dois hunters. Precisei sair, assim, desloguei o char lá mesmo. Ao voltar, fui entrar no jogo, mas minha internet sempre foi ruim, e o char entrou no mundo, mas a página de ‘conect’ não saiu. Resultado: acabei morrendo para os hunter. Bem irritado, voltei lá para pegar meu loot e tive a grande ideia de postar isso no chat, sei lá porquê. Eis que alguém começou a tirar sarro de mim e me chamar de noob, e gente, fiquei numa raiva, que acabei xingando o coitado de tudo. Resultado: Um GM viu, e tomei 1 semana de ban, kkkkkkk.

Flashbek: Nossa, banido? o.o
Dark Black Magician: Uauhuha, então. Eu lembro que estava no dp, quando aconteceu um sprite de ‘fumacinha verde’ e cai do jogo. Ao tentar entrar, apareceu que minha conta foi banida. Criei outra conta para falar com o GM responsável, tentando explicar que estava com a cabeça quente na hora, kk. Ele me mostrou o lugar certo para comentar sobre o ban, e após muito diálogo ele o removeu. Após esse incidente, eu li as regras do jogo para não acontecer algo assim de novo. A partir dai resolvi ser tutor, na época, um jogador exemplar (o que não acontece hoje em dia devido ao novo sistema). Estudei até (creio que mais do que na escola, vício pls!) para passar no Tutor Exam, e, dito e feito, passei de primeira. Mas… nem tudo são flores, e depois de um tempo como tutor, fiquei inativo, por preguiça e depois por falta de internet, e acabei perdendo o tutor. Voltei com o sistema de Thank You, e estou como tutor até hoje.

Flashbek: Como é seu trabalho como tutor? O que você mais gosta em ser tutor?
Dark Black Magician: Bom, o trabalho de um tutor se baseia em trabalhar no site e no jogo. No site, em busca de tópicos inadequados, seja anunciando coisas ilegais, ou xingamentos (há tutores muito bons nisso). Podemos reportar bugs em um tópico específico, entre outros. No jogo, devemos prestar ajuda no Help Channel, dando dicas e informações quando as pessoas precisam. Além disso, temos uma ferramenta própria para reportar bugs, que salva a localização no mapa onde o bug foi reportado (que é o ctrl+z). Além disso em Test Servers, temos a importante função de testar tudo, e procurar bugs para reportar, para que eles não apareçam no jogo quando o update for lançado. É um trabalho cansativo, mas é a parte que eu mais gosto como tutor.

Encontro dos tutores em Harmonia com o membro da CipSoft, Karvar

Flashbek: Em todos esses anos você deve ter alguma história de test server guardada com você. Gostaria de compartilha-la? Alguma situação engraçada ou algum bug sinistro, etc.
Dark Black Magician: Já vi bugs bizarros, como escadas que quando você subia, era engolido por uma parede e não dava para sair nem para se matar ;-;. Além disso, já achei diversos ‘buracos negros’ no mapa (clique aqui para ver a imagem). Além de um ponto negro do caos que veio para o cliente normal sem ninguém notar (clique aqui para ver a imagem)! Outro por exemplo quando foram adicionar a Zushuka, simplesmente não parava de nascer monstros no lugar, mesmo com ela morta, o que gerava além de lag pesado no server, debugs toda hora (clique aqui para ver a imagem). Mas sem dúvida o mais bizarro foi o chamado ‘Ponto Zero’ pelos membros da Cip que corrigiram o bug. Consistia em, ao logar com várias pessoas juntos, seu char simplesmente zerava tudo, cap, mana, etc. As magias não funcionavam, e ao tentar andar, tomei debug e voltou ao normal depois ( clique aqui para ver a imagem ).

Flashbek: Imagino que você foi chamado para o Tibia Council depois de se destacar como tutor de alguma forma. Antes de mais nada, explique para os leitores do que se trata o Tibia Council.
Dark Black Magician: A ideia do Council foi criar um grupo de jogadores selecionados pela própria CIP, para discutir sobre diferentes temas com o objetivo de melhorar o jogo. No meu caso, foram os Hunting Grounds, mas isso não significa que vou ficar de fora em algum outro assunto, por exemplo, o PVP. Fui chamado pelo Count Tofifti, por causa do meu conhecimento sobre bosses/loot.

Flashbek: O que você fez enquanto estava no Tibia Council? Teve algum lado negativo?
Dark Black Magician: Bom, como eu disse, fui chamado inicialmente para dar meu feedback a respeito de Hunting Grounds, e foi o que fiz juntamente com meus colegas. Graças as discussões e temas envolvidos, conseguimos por no jogo diferentes tipos de cave para algumas faixas de level, baseado, na maioria, em tasks. Trabalhei diretamente no Ice Witch Temple, na nova cave de War Golem, além do laboratório de Carniphilas em Tiquanda (que lembra muito Dino Crisis, jogo de playstation 1). Sobre lado negativo, não teve, a única coisa talvez, foi que não aproveitamos ele direito adicionando mais caves para outras faixas, pois não estávamos bem preparados na primeira vez (ao menos eu não estava). Reuni ideias e planos para a próxima vez que o Council abrir e vários jogadores me enviaram feedbacks e ideias sobre caves novas para serem criadas . Quando o Council acabou, todos os membros ganharam um Council Certificate em homenagem ao trabalho realizado.

DBM no dia em que recebeu o Council Certificate

Flashbek: Boatos de que haverá um novo Council em breve. Você sabe de algo a mais sobre isso? Sabe se irá participar? O que você espera desse novo Council?
Dark Black Magician: Bom, durante o test server, conversei com o Count e ele disse que a experiência e o feedback foram muito bons, logo, haverá novos Council (não necessariamente esse ano, apesar de eu interpretar que sim). E sim, todas as pessoas que participaram do primeiro Council poderão participar dos outros. Um dos novos membros da Cip, adicionados recentemente, que é a Evonary, será a nossa líder e não o Count Tofifti e a Teyrata, que eram na outra vez. Eu espero que dessa vez, todos os planos que ficaram para trás, além dos novos, sejam colocados no jogo, pois eu sinto que faltam várias hunts para determinadas faixas de level, seja por gold, seja por exp. Tenho planos pessoais também para o Council e, como já falei, plano de jogadores, que adicionarei também.

Flashbek: Planos que ficaram para trás? Assim você deixa os leitores curiosos!! Revele algo aí para a gente!
Dark Black Magician: Tem vários. Caso o próximo Council seja de Hunting Grounds também, temos planos que ficaram nos tópicos e planos próprios. Como, por exemplo, a expansão da cave de Grim Reaper em Yalahar, deixando-a grande o suficiente para ao menos dois ou três players caçarem de uma vez, com a adição de mais um andar subterrâneo que seria o ponto X da cave. Além disso, mais uma Dragon Lair especialmente voltada para o powergaming, além de novas caves de Hellspawn e Werewolf para tasks. Outras ideias envolvem a adição de mais respawns de Necromancer (mas isso foi antes da mudança em Drefia) para a task, ampliar a cave de Hellspawn em Yalahar, entre outras no Magician Quarter como Infernalists e Warlocks. Ideias do tipo adicionar mais caves de Water Elemental, com o propósito de garantir uma boa exp para mages mid level, que seriam colocadas ao redor de Liberty Bay e Svargrond, juntamente com mais caves de Underwater Quaras. Isso ficou em aberto no tópico. Já meus projetos pessoais seriam adicionar hunt spots em Beregar, desde um Wyrm Nest (que seria maior que o Wyrm Hell em Drefia), nova cave de Infernalist e Warlock, além de caves de Hideous e Humongous Fungus por lá. Além disso uma nova cave de Sea Serpent em Northport tão grande quanto a atual, expansão das Giant Spiders em POH, mudanças em Formorgar Mines, caves de Yalahar, e adicionar uma cadeia de montanhas no deserto de Darashia com energy elementals, wyrms, behemoths e dragon lords. Além de ideias de jogadores claro, como mudanças no Orc Fortress, Fibula e até em Goroma, Banuta, Inquisition e Pits of Inferno. Ufa, terminei!

O Laboratório em Tiquanda foi uma dos lugares criados com a ajuda de DBM

Flashbek: Sobre seu papel na equipe do TibiaBR. Quando você entrou para a equipe como gerente de conteúdo e o que faz o gerente de conteúdo?
Dark Black Magician: Eu entrei como Gerente de Conteúdo quando as vagas foram abertas. Antes disso eu era membro do extinto ‘Druid Team’, então foi mais como uma transição de emprego apenas. Como Gerente de Conteúdo, eu trabalho na seção dos Druidas analisando os tópicos criados, juntamente com as respostas caso tenha algumas. Posso parecer meio inativo no primeiro ponto de vista, mas me preocupo muito com a seção, apesar de ter outros trabalhos também. Estou trabalhando atualmente em um tutorial ‘Guia Definitivo’ para os druidas, assim como os meus companheiros gerentes estão fazendo isso nas outras seções. Além disso, supervisiono a seção de ‘Itens’ também, tendo mais trabalho em épocas de Test Server, onde vários itens novos são adicionados. Além disso sou responsável por alguns álbuns no Facebook, de bosses, invasões, além de postar as fotos que o pessoal coloca na seção de Screenshots no fórum.

Flashbek: Além de sua participação na equipe, você é dono de um dos life threads mais populares do fórum. A que você acha que deve esse sucesso?
Dark Black Magician: Bom, já que citou o LT, vou aproveitar a oportunidade para agradecer mais uma vez a todos que o acompanham. Teve uma vez que em um Test Server, várias pessoas de outros mundos vieram elogiar o LT e é algo muito bom ver que gostam tanto assim dele. Antes de ter o LT, eu tinha um Orkut do DBM, uhauha, onde postava as fotos e as pessoas comentavam lá (saudades comunidade Tibia Oficial). Assim que eu conheci a seção de LT, criei o meu, baseado nos meus avanços e bosses mortos, e quando eu vi que muita gente comentava pensei ‘ei, vamos continuar então’.

Clique na imagem acima para visitar o life thread do Dark Black Magician – Uma das imagens mais recentes de seu LT (atualização do dia 22/05/2014)

Flashbek: Bom, chegando perto do final da entrevista, gostaria de voltar a falar sobre Tibia, abordando alguns aspectos mais atuais e específicos. Vamos começar com um assunto um pouco polêmico… Você preferia o Tibia como está hoje ou do jeito que estava quando começou a jogar?
Dark Black Magician: Confesso que sinto falta da época que comecei a jogar (8.0). Era tudo novo para mim e creio que sempre quando algo é novo, é melhor. Mas eu prefiro atualmente (aqui eu não estou falando sobre bots, pvp e essas coisas), o conteúdo do jogo aumentou, a história dele cresceu, novos bosses e desafios surgiram. Atualmente o jogo lhe oferece mais espaços para caçar, para upar. Montarias e achievements, coisas que não existiam no meu início do jogo, e que são boas. O que sinto falta de antigamente são os amigos. Antes era mais fácil de fazer amigos no jogo, ao menos para mim. Hoje em dia tenho amigos ainda, claro, mas os de antigamente marcaram minha fase tibiana. Tenho contato com vários até hoje (e falo de amigos do tipo Henrique, Gearlles, Victor e Serafim, que quem acompanha meu LT, sabem quem foram). Mas, por diversão, prefiro hoje em dia. O jogo está bem mais divertido atualmente.

Flashbek: Outro assunto polêmico: Bots. Luminera é um servidor Optional PvP e, como manda a regra, é cheio de bots. Como você lida com essa situação?
Dark Black Magician: Matando eles, claro, HUE. Na real não sou um bom matador de bots, mas já matei um ou outro. De que adianta ser mais divertido hoje em dia, ter mais coisas, se os bots pegam isso tudo. Tudo que a Cip faz, tem que levar os bots em consideração. Criando caves e tudo mais. Até nós do Council, pensávamos nos botters. Hoje em dia vejo bots no Ice Witch Temple, e foi um dos locais que eu ajudei a criar. É uma situação chata de se ver. Com certeza, é o maior problema do jogo atualmente.

Bot sendo morto por uma trap elaborada pelo DBM

Flashbek: Em sua opinião pessoal, como você avalia o desempenho da CipSoft com o Tibia nos últimos anos?
Dark Black Magician: A Cip fecha o olho para várias coisas importantes. Gastam dinheiro em ideias que não dão retorno (vários minigames de tower defense por exemplo, dinheiro que poderia ser investido no jogo). Escutar a opinião e o Feedback das pessoas é extremamente raro e, enquanto isso, as pessoas continuam se desapontando (como exemplo a enquete sobre o PVP a um tempo atrás). São lentos para consertar bugs e problemas do jogo (não estou falando para consertar do dia da noite, mas se pegar o exemplo do Mad Mage, saberão do que estou falando). Sem falar que acho incrível que qualquer warzinha dos mundos Open PVP, os servidores caem. Como pode ser tão fácil fazer algo assim no Tibia? Fico indignado com esses ataques constantes de DDoS por qualquer insatisfação com a empresa. Sem falar na lentidão em combate aos cheaters. Ela criou coisas boas? Sim criou, e várias, mas elas ficam na sombra desses problemas que nunca são resolvidos, apenas arrastados e acumulados.

Flashbek: Com todos esses anos jogando Tibia, você deve ter algumas experiências inusitadas e/ou engraçadas para compartilhar. Conte-nos algo que aconteceu com você que te marcou!
Dark Black Magician: Bom, foi algo bem no início mesmo. Mencionei no início da entrevista que larguei Zanera por causa de um hunted. Foi um random PK na verdade, de um cara chamado Hector Snoop. Ele foi atrás do Dark Ellsio e eu tinha acabado de arranjar uma wand of vortex (descobri ela no level 13). Eu estava todo feliz matando rats em Thais com ela, quando comecei a ser atacado. Comecei a fugir, mas meu amigo estava me vendo jogar em casa, e falou ‘enfrenta ele!’. Criei coragem e comecei a enfrentar, mas vi que ia perder. Então… dei exit no jogo achando que ia sair de uma vez! Apareci no templo, e sem a wand of vortex ;-;. Acho que isso resume toda minha vida de PVP, uahuauha.

Flashbek: Agora as perguntas rápidas!
Dark Black Magician: Gogo

Flashbek: Um boss?
Dark Black Magician: Orshabaal

Flashbek: Uma raid?
Dark Black Magician: Orc em Thais

Flashbek: Um lugar no Tibia?
Dark Black Magician: Thais

Flashbek: Um sorcerer?
Dark Black Magician: Pode ser dois? Luck the mage of darkness, e Sir Philipe.

Flashbek: Um knight?
Dark Black Magician: Não pode ser apenas um, porque quando eu penso em Knight, penso em vários que marcaram minha jornada: Lord Henriquee, Dark Radaelli, Dark Serafim, Flashano Skon, War Machine, Guaxinim Bigodudo, Raven Hayes, Don Kidzao!

Flashbek: Um paladin?
Dark Black Magician: Kiira Hale, senão ela me bate, uhauheuha, Sayori Shiranui, Menados Pokus

Flashbek: Um druid?
Dark Black Magician: Bendita, a matadora de knights, HUE

Screenshot de level 200, mostrando vários dos amigos de Dark ingame

Flashbek: Agora vou falar palavras/nomes e você fala a primeira coisa que vem na sua cabeça.
Dark Black Magician: Vish, ok

Flashbek: Abyssador
Dark Black Magician: Cura apelona

Flashbek: GrYllO
Dark Black Magician: cri cri…

Flashbek: Hardcore PvP
Dark Black Magician: Admin TibiaBR. (manjadores manjarão)

Flashbek: Ab’Dendriel
Dark Black Magician: Opticording Sphere

Flashbek: Rahemos
Dark Black Magician: Twin Axe!

Flashbek: Para finalizar: Thunder Hammer
Dark Black Magician: Meu item preferido, e com certeza ainda terei um <3

DBM e seu precioso item em um Test Server

Flashbek: Gostaria de dizer algumas palavras finais?
Dark Black Magician: Muitas pessoas fazem desse jogo um comércio, buscam meios ilegais para serem melhor que os outros, compram chares ou leva o jogo a sério demais (eu por exemplo já me irritei muito com Tibia). Lembrem-se de que isso é apenas um jogo, cujo o objetivo é se divertir, e o que eu mais vejo são pessoas fazendo o oposto disso.

Flashbek: Muito obrigado Dark Black Magician por ceder uma parte de seu tempo para essa entrevista! Foi demais!
Dark Black Magician: Eu que agradeço. Fiquem de olho nos bosses!

Entrevista por Flashbek
Edição por Flashbek
Revisão por Silk e Skiann Torphyx

DEIXE UMA RESPOSTA

Favor comente aqui!
Favor insira seu nome aqui