English? Click here

2015 foi um ano bem turbulento e com muitas mudanças no quadro de funcionários da CipSoft. Conforme anunciamos anteriormente, o antigo gerente de produtos da CipSoft, Skagar, foi substituído por Shintao, um dos desenvolvedores veteranos da empresa.

De lá para cá, notamos muitas diferenças na postura da CipSoft, principalmente no que diz respeito a se livrar da fama de não aceitar feedback de sua própria comunidade. Pois bem: apesar do “fracasso” do Summer Update, o pedido foi atendido, e o nerf das runas foi cancelado. Além disso, para o Winter Update, já temos a garantia de que ao menos duas propostas serão incluídas no jogo.

Diante de tantas mudanças, não podíamos deixar a liderança de Shintao passar em branco. Assim, ele falou com exclusividade ao TibiaBR. A maior parte das perguntas foi coletada dos nossos próprios usuários, e chegou a hora de conferir as respostas.

Um sketch de Shintao

TibiaBR: Para começar: quem é Shintao? Poderia nos dizer o seu nome verdadeiro? Idade? Onde nasceu? Fale-nos um pouco mais sobre a pessoa por trás do nick. Apresente-se para a comunidade!
Shintao: Olá a todos! É um prazer para mim: meu nome é Tom e tenho 34 anos. Eu nasci na bela “Altmühltal”, a cerca de 25 quilômetros de distância de Ratisbona.

O que você conheceu primeiro: o Tibia ou a CipSoft?
Definitivamente o Tibia.

Como você foi parar na CipSoft?
Pegue uma xícara de café e alguns biscoitos, se você puder. Para ser honesto: eu realmente amo contar esta história porque de alguma forma ela possui alguns elementos dignos de uma novela e sempre me deixa com um sorriso no rosto. Pra mim, este é um exemplo perfeito de como as coisas podem se unir na vida.
Vamos começar: a primeira vez que tive contato com o Tibia foi há cerca de 15 anos, como tibiano. As tarifas para as conexões de Internet estavam ficando mais baratas na Alemanha e jogos multiplayer estavam apenas começando a crescer. Logo eu fui pego pela ideia de descobrir mundos virtuais com os meus amigos através do meu velho, cinza, barulhento, robusto e sensível ao calor modem dial-up. Naquela época, nós gastamos muito do nosso tempo livre jogando jogos online, bem como o Tibia.
O fato engraçado: naquele tempo, eu não sabia que o jogo era desenvolvido por uma empresa que ficava a uma curta distância da minha cidade natal. A vida continuou.
Alguns anos mais tarde, durante meus estudos de ciência da computação na universidade em Regensburg, eu tive a oportunidade de entrar em contato com as pessoas por trás do Tibia. Tibia como um jogo não era estranho para mim: afinal, eu tinha gasto muito tempo coletando meus pertences do meu corpo.
Naquela época, eu estava trabalhando como freelancer para uma revista focada em entretenimento digital e nosso editor-chefe queria um artigo sobre novos jogos inovadores e empresas de videogames alemãs.
Um bom amigo meu – que hoje também está trabalhando na CipSoft – me indicou esta empresa aspirante em Regensburg que estava desenvolvendo jogos online multiplayer e que podia valer a pena uma visita. Após dois telefonemas e um dia, encontrei-me sentado em uma pequena sala conversando sobre Tibia com Steve e Guido. Uma semana depois, a nossa revista publicou o artigo sobre a empresa e seu jogo.
Essa experiência influenciou muito a minha vida e fez com que eu seguisse o meu objetivo pessoal: um futuro profissional na indústria de jogos.
O tempo passou novamente e certo dia tudo se juntou: CipSoft publicou uma vaga de programador. Sem qualquer outro pensamento, eu aproveitei a oportunidade e me candidatei para o trabalho. Algumas semanas mais tarde, a melhor jornada da minha vida começou.

Há quanto tempo está por lá?
Eu cheguei em maio de 2007.

Foi o seu primeiro trabalho? Em caso negativo, já trabalhou no setor de games antes?
Logo após a escola, antes de eu começar a estudar ciência da computação, eu completei uma formação profissional de três anos como um desenvolvedor de aplicativos em uma pequena empresa focada em softwares de design voltado para arquitetura. Logo após o treinamento, eu trabalhei lá por cerca de um ano como desenvolvedor de um software focado na visualização de gráficos 3D.
Além disso, eu comecei a passar cada vez mais tempo em vários projetos que criava por hobby e coletei minhas primeiras experiências em desenvolvimento de jogos. Como já expliquei, os meus primeiros contatos profissionais com a indústria acumulados durante meu trabalho como freelancer.

A pergunta que nunca quer calar: joga Tibia e mata dragão? Com que frequência?
Um dragão por noite traz alegria e prazer. 🙂

Sim – Eu ainda jogo Tibia com um dos meus melhores amigos dos tempos de escola. Nós dois ficamos mais velhos e a vida mudou desde então, por isso, infelizmente, é mais difícil de sincronizar nosso tempo livre para jogos e há também alguns outros jogos que gostamos de experimentar. No entanto, Tibia é um dos jogos em que nós sempre voltamos novamente e as noites que caçamos juntos ainda são tão intensas como eram no começo.

Qual o seu personagem de nível mais alto?
Durante a maioria das vezes que joguei nas últimas semanas, eu joguei com o meu druid. Eu acho que ele deve pegar level 130 muito em breve. No entanto, agora eu tendo a gastar mais algum tempo com o meu jovem knight. Ele ainda não tem experiência, mas a verdade é que ele tem contas a ajustar com alguns daqueles cyclops fedidos perto de Mistrock.

Tipo de mundo preferido?
Open-PvP.

Uma criatura?
Essa é realmente difícil. Há uma grande quantidade de criaturas que eu realmente gosto. Mas no final do dia, eu acho que a minha resposta deve ser rotworms. Eu amo seu movimento gracioso. Eu amo a forma como eles atacam vítimas indefesas. Eu amo a motivação que eles mostram quando têm a oportunidade de resgatarem almas inexperientes da agonia de estarem presas em uma caverna sem uma corda ou conhecimento sobre a magia magic rope.

Uma cave?
Qualquer cave que tenha pelo menos um rotworm é suficiente.

Uma cidade?
Qualquer cidade que tenha pelo menos um rotw… Venore.

Um item?
O Annihilation Bear.

Perguntas sobre a função

E como é trabalhar na CipSoft? Como é a sua rotina diária?
Acordar.
Socar o despertador.
Levantar.
Correr para o banheiro.
Tomar um banho.
Escovar meus dentes.
Mes vestir.
Tomar um expresso.
Acordar o gato.
Cuidar do gato.
Dar comida para o gato.
Dirigir para o trabalho.
Ligar minha máquina.
Verificar os servidores.
Checar meus e-mails.
Responder meus e-mails.
Participar de várias discussões e reuniões.
Verificar detalhes de implementação.
Trabalhar em alguns projetos.
Roubar algumas balas de goma dos meus colegas.
Mais desenvolvimento.
Mais reuniões.
Resolver problemas de qualquer tipo.
Mais café.
Coletar feedback.
Realizar atividades de coordenação.
Mais desenvolvimento.

Em quê o seu trabalho difere do que foi realizado por seu antecessor, Skagar?
As responsabilidades são as mesmas, mas os detalhes de implementação são diferentes.

Existem estrangeiros trabalhando na equipe?
Sim, nós temos alguns colegas que são imigrantes. Nós não damos real atenção a nacionalidade quando estamos buscando novos membros para a equipe. O que é importa é a formação e as habilidades. O idioma oficial da empresa é o Alemão, então, desde que o candidato consiga se comunicar em Alemão sem grandes problemas, seu idioma nativo não importa.

O que você mais gosta em seu trabalho?
Existem várias coisas que eu amo em meu trabalho: apenas para citar as mais importantes, há meus colegas de trabalho, completamente malucos. Além disso, nós temos horários de trabalho flexíveis e ótimo equilíbrio entre vida pessoal e profissional. Por último, mas não menos importante, não existe uma “rotina de trabalho”. A cada dia, temos novos desafios. O trabalho aqui nunca é monótono.

O que você mais odeia em seu trabalho?
Definitamente, quando eu percebo que alguma bala de goma escondida já foi roubada. Ok – e, as vezes, quando o telefone toca num Domingo de manhã porque algo precisa da minha atenção imediata.

Perguntas sobre conteúdo

Por algum tempo a comunidade tem a percepção de que o desenvolvimento do Tibia está mais focado em novos conteúdos do que em UX (User Experience – jogabilidade, usabilidade, etc.). Qual é a sua percepção em relação a isto?
Nós discutimos muitos tópicos relacionados a UX, como jogabilidade e usabilidade, e nós tentamos conciliar as melhorias de UX e novas features. Ainda assim, o peso que ambos possuem no jogo é extremamente subjetivo, e o Tibia possui vários conceitos que nós queremos preservar. É um grande desafio para nós tentar atender a todas as expectativas.

Que o jogo é retro, ninguém tem dúvidas. Mas é realmente necessário que os outros sistemas (site/fóruns) sejam retro também? Uma atualização destas plataformas não poderia ajudar a aproximar a CipSoft de sua comunidade?
Existem várias coisas que nós gostaríamos de colocar a mão, mas nossa capacidade de desenvolvimento e recursos são limitados. Nós sempre temos que manter o foco nos tópicos mais importantes, e agora existem outras coisas prioritárias nessa lista.

Digamos que, após a chegada de Dawnport, Rookgaard foi deixada para morrer. Falando hipoteticamente: digamos que a decisão sobre o futuro da icônica ilha fosse sua. O que você faria?
Rookgaard é um dos lugares onde quase todos os players do Tibia possuem algum tipo de sentimento de nostalgia. Eu gostaria de ver a ilha bem mais integrada no jogo. Existem várias pessoas buzinando na minha cabeça, dando ideias do que poderia ser feita. O mal nunca descansa e eu posso imaginar muito bem que, algum dia, bravos heróis salvarão a ilha de algo sinistro.
Entretanto, o destino de Rookgaard não está apenas em minhas mãos, então, o futuro dessa maravilhosa ilha ainda não foi realmente determinado.

Sobre (a falta de) som: isso tornou-se uma decisão de design? Ela é final? Como vocês enxergam isso? Se o jogo tivesse som, ele não seria mais amigável para novos jogadores?
Atualmente, quase todos os jogos possuem som. Estou totalmente de acordo quando vocês dizem que o jogo seria mais atrativo para novos jogadores se possuísse efeitos sonoros e música ambiente. Apesar disso, trazer efeitos sonoros para o Tibia seria um grande projeto e, até o momento, não temos qualquer planos para fazer isso.

Localização ainda tem baixa prioridade aos olhos da CipSoft? Não seria uma boa decisão traduzir o jogo para a linguagem materna de seu maior público?
Vamos ser francos: toda empresa de games quer ver seu jogo adaptado para o maior número de idiomas possível. Os obstáculos que você encontra no caminho, entretanto, não devem ser subestimados. O escopo de um projeto desse nível (que, além de tudo, aumenta com o tempo) é enorme, uma vez que estamos falando de traduzir um jogo que já cresce a mais de 18 anos. Então, por hora, não há planos concretos.

Perguntas relacionadas a infraestrutura

Considerando a popularidade e necessidade que alguns jogadores sentem em utilizar serviços de proxy, a CipSoft já cogitou em ter um serviço oficial ou implementar este tipo de conexão nativamente no jogo? Se sim, por que ainda não foi feito?
Não temos planos de implementar um serviço próprio de tunneling no Tibia.

Há anos escutamos promessas de servidores no Brasil. A visão da CipSoft mudou a esse respeito? Se não mudou, por qual razão ainda não se tornou uma realidade?
Nossa visão não mudou e estamos trabalhando nisso. Nesse momento, nós estamos avaliando diversos pontos relacionados aos servidores no Brasil e ainda há algumas questões em aberto que precisam ser solucionadas. Então, infelizmente, eu não posso te dar uma estimativa real.

No ano de 2007 a CipSoft buscou meios jurídicos para processar o dono do personagem “Morientes” por ataques de DDOS e esbarrou na falta de legislação do Brasil para cybercrimes. A empresa tem conhecimento de que já há previsão legal no Brasil para esses tipos de crimes?
Sim.

Considerando a pergunta anterior, há algum tipo de enfrentamento jurídico quando atacantes são identificados? Ou o combate se dá apenas por via tecnológica?
Infelizmente, eu não sou responsável por essa área e não posso fornecer nenhuma informação relacionada a procedimentos legais.

Perguntas técnicas relacionadas a desenvolvimento (papo nerd)

No desenvolvimento do Tibia, vocês utilizam alguma metodologia ágil (Scrum, Kanban)? Se sim, qual? Poderia descrever uma iteração/sprint?
Nós mudamos do clássico desenvolvimento cascata orientada a Jesus* para metodologias ágeis algum tempo atrás. Não é nem Scrum nem Kanban seguidos pelo livro, mas nós decidimos escolher aspectos individuais de cada metodologia. O maior desafio foi encontrar uma metodologia em que permitisse o controle de desenvolvimento das features e, ao mesmo tempo, atendesse aos requisitos relacionados as tarefas operacionais.

*Dev note: “faz aí e seja o que Deus quiser”.

Atualmente, existem 61 servidores, e todos são atualizados simultaneamente nos updates. Qual o processo de deploy de vocês? Utilizam alguma ferramenta de automação (como Jenkins/Hudson, por exemplo)?
Com certeza temos um nível de automação parcial para esse processo. Entretanto, não estamos utilizando o Jenkins ou o Hudson para fazer o deploy dos updates e das mudanças de conteúdo.

Em relação a linguagens de programação, já sabemos da utilização do C++ no client stand-alone e do Flash/Action Script. Além dessas, quais outras linguagens utilizam no dia-a-dia de vocês para o desenvolvimento server-side?
No escopo dos gameservers a única linguagem de programação utilizada é o C/C++. Além do C++, nós temos uma grande variedade de ferramentas que usamos em backend que nos permitem executar algumas tarefas, essas são escritas em Python.

Atualmente, várias aplicações são arquitetadas para disponibilidade e tolerância a falhas, tirando de proveito de computação em nuvem e escalabilidade horizontal. A arquitetura atual do Tibia permite tal escalabilidade? Caso não, existem planos para isso?
Computação em nuvem e integração com serviços como o Tibia em tal arquitetura é assunto bem complexo. A principal vantagem da escalabilidade horizontal, a melhoria de performance através de novos nodes, varia muito dependendo dos detalhes de implementação do software que se deseja escalar.
Atualmente, com uma implementação apropriada, qualquer software pode aproveitar muito esse conceito em termos de performance. Apesar disso, é um grande desafio para qualquer empresa que opera com softwares legados os adaptarem para os novos conceitos e fundamentos técnicos, de modo que se abra a oportunidade de se tirar proveito desse tipo de tecnologia.
De qualquer forma, não há planos concretos de um projeto focado em trazer o Tibia para a nuvem. Entretanto, nossos desenvolvedores sempre tentam otimizar e refatorar nosso código para que tenhamos a oportunidade de seguir e utilizar conceitos mais modernos.

Com o vasto conteúdo e variáveis agregadas ao Tibia ao longo dos seus 18 anos, qual a maior dificuldade encontrada pela equipe CipSoft na hora de implementar uma nova atualização?
Você mesmo já deu a resposta da pergunta, na própria pergunta: definitivamente, o “dezoito” em 18 anos. Puramente a quantidade de variáveis e dependências que cresceram com o tempo são, na minha opinião, o ponto mais crítico quando falamos sobre o desenvolvimento de novas features.
Não é incomum começarmos com uma bem simples na nossa cabeça sobre como uma feature deve funcionar e ser utilizada por players. Durante os primeiros passos de cada projeto nós cavamos, cada vez mais fundo, e mais dependência vão vindo a tona e nos precisamos resolvê-las antes de podermos começar, realmente, o desenvolvimento da feature em si. Quase sempre é por conta dessas dependência.
Como players, vocês raramente sentem o impacto desse tipo de tarefa interna, que é resolver essas dependências. Mas é a conclusão desse tipo tarefa que viabiliza o desenvolvimento, e abre um caminho sustentável para incluir novo conteúdo no jogo.

Perguntas relacionadas a negócio e estratégia

Os jogadores brasileiros costumam ter uma má fama online por seu comportamento tóxico, frequentemente rotulado de “hu3hu3 brbr”. Sendo o principal público do Tibia, a CipSoft encontra alguma dificuldade em lidar com o comportamento dos brasileiros?
Para nós, realmente não importa de qual país um Tibia é. Nós tratamos todos os nossos clientes igualmente. E como vocês mesmos já devem ter notado, existem pessoas legais e – vamos assim dizer – pessoas difíceis em todos os lugares do planeta. Isso independe completamente da nacionalidade.

Não seria sábio manter uma equipe de suporte em português, visto que seu maior público fala este idioma nativamente?
Nosso idioma oficial na empresa é o Alemão. Isso é necessário pois nos ajuda a evitar mal entendidos em nossa comunicação diária. O idioma do nosso produto é o Inglês. Então, esses dois idiomas são “obrigatórios” quando você trabalha para a CipSoft. Apesar disso, já existem pessoas em nossa equipe de suporte com conhecimento de outros idiomas, incluindo o Português.

Qual a sua posição sobre o mercado negro em Tibia? Qual é o nível de impacto negativo que este mercado paralelo causa no jogo aos olhos da CipSoft?
Seria presunçoso dizer que existem outros jogos online por ai, na proporção do Tibia, que não precisem lidar com esse tipo de problema. Eu acredito que esse é um problema muito complexo e é muito difícil responder isso em poucas palavras.
Como provedor de jogos online, você tenta de tudo para dar melhores oportunidades para que seus clientes protejam suas contas contra hacking, por exemplo. Por outro lado, entretanto, todos nós sabemos que haverão pessoas dispostas a pagar grandes quantias de dinheiro em accounts e que existem pessoas tentando acessar contas ilegalmente e fazer dinheiro com isso.
O mercado negro tem muitas facetas e é muito difícil, se não impossível, controlar isso em jogos online. Essas ações ocorrem em sua maioria em todos os tipos de plataformas que estão fora de nosso território. Você não pode controlar tudo, isso é impossível.

Quais estratégias estão sendo utilizadas para captar novos jogadores?
Existe o novo client do Tibia que está sendo desenvolvido e que obteve Greenlight na Steam, por exemplo. Nós também incluímos novos sistemas para que a comunidade atraia novos players para o Tibia (como o recente sistema Tell-A-Friend). Esperamos que isso atraia novos jogadores.

Sabemos que um novo client está sendo desenvolvido. Pode nos falar um pouco mais sobre ele? O que motivou o seu desenvolvimento? Qual o seu progresso até o momento? O que podemos esperar dele?
Uma das principais motivações por trás do nosso trabalho com o novo client é que nos realmente queremos código que seja “a prova do futuro”.
Como o novo client ainda está em desenvolvimento, e seus detalhes estão mudando em em uma base semanal, não é possível que eu forneça algum detalhe palpável. Eu sinto muito por isso. Eu sei que vocês estão muito excitados e curiosos a respeito de detalhes e é frustrante e perturbador não receber nenhuma informação nova ou respostas, mas eu espero que vocês entendam que nós realmente queremos evitar rumores e falsas esperanças então, por hora, nós preferimos manter o silêncio.

De qualquer forma, eu posso garantir que nós tivemos um ótimo progresso nos últimos meses. Entretanto, ainda há muito a se fazer. Eu não posso fornecer nenhuma estimativa. Mas vocês podem ter certeza que nossos community managers irão informá-los sobre atualizações e novidades o mais breve possível.

Em sua opinião, quais são os 5 maiores desafios pelos quais o Tibia enquanto produto precisará enfrentar nos próximos anos?
Na minha opinião, um dos desafios mais importantes, além da luta contra botters e otimização da proteção contra DDoS, é garantir que nosso código preserve as oportunidades para desenvolvimento futuro. A redução de dependências legadas também deve consumir algum tempo em modificações no backend e, finalmente, nós temos que tornar nossa equipe de desenvolvimento mais competitiva.

Perguntas relacionadas aos clients

Quais os maiores defeitos e virtudes do Client Standalone, em sua opinião? E quanto ao Flash Client?
O maior desafio é sem dúvida o código do client que cresceu através dos anos. Como eu mencionei anteriormente, isso também é uma das razões que nos levou a decisão de trabalhar em um novo client.
Atualmente, devido as tecnologias utilizadas, qualquer extensão feita no client standalone requer muito esforço. Acrescentar novas features ou melhorar as já existentes é caro, consome muito tempo e é muito complicado.
Em relação ao Flash, na nossa visão, ele já é muito crítico por conta de sua própria tecnologia. Especialmente em relação a vulnerabilidade recorrente e problemas técnicos.

Desde 2008 (ou seja, antes mesmo do TFC ser lançado) algumas empresas tentam diminuir a dependência da internet em relação à plataforma Flash. Este movimento tem se acelerado proporcionalmente ao desenvolvimento do HTML5. Isto não preocupa a CipSoft em relação ao TFC??
Como parte do nosso trabalho com o novo client, também estamos avaliando o futuro do Flash Client.

Segundo entrevistas anteriores há alguns anos, o HTML5 não era viável em termos de programação de jogos multi plataforma. Como vocês veem esta linguagem hoje?
Na minha opinião, hoje o HTML5 poderia ser uma opção para se desenvolver aplicações multi-plataforma. Especialmente por que grande parte dos desenvolvedores estão abandonando os browsers para construir aplicativos híbridos.
Apesar disso, não se esqueçam:
Quando falamos de aplicações de alta performance, e jogos estão entre elas, existem outros recursos por aí que também oferecem um grande potencial para o desenvolvedor (i.e Qt, com sua alta performance do C++). As plataformas mais interessantes para novos projetos, hoje em dia, são Android, iOS, Windows Phone, Windows 8 e BlackBerry 10. Qt suporta todas essas e muitas outras. Então, existem alternativas ao HTML5 por aí.

E quanto à integração com o Steam? Qual seu status no momento?
O trabalho está em progresso, mas ainda temos muito o que fazer.

Off-topic

O que gosta de fazer em seu tempo livre?
Eu costumo nadar regularmente, gosto de jogar jogos de tabuleiro e video games com meus amigos e gosto de tirar um som. De vez em quando, eu não me nego uma generosa bacia de pipoca no cinema.

Um livro?
The Dark Tower: The Gunslinger (A Torre Negra: O Pistoleiro).

Uma música?
Trevor Jones – Promentory

Uma série?
Black Sails (Velas Negras)

Um filme?
Pulp Fiction (Pulp Fiction: Tempo de Violência)

Um jogo (que não seja Tibia)?
Monkey Island

Qual sua reação do 7 X 1 contra o Brasil?
Por um lado, como fã da seleção Alemã – é claro – eu fiquei muito feliz depois do jogo, uma vez que conquistamos uma vaga na final. Por outro lado, eu realmente senti pena da seleção Brasileira, a qual jogou muito bem durante a copa e nos mostrou um excelente futebol, por eles não poderem jogar com força total – devido a ausência do Neymar.

Você já esteve no Brasil alguma vez? Já pensou em visitá-lo?
Infelizmente até hoje eu nunca organizei uma viagem para ir ao Brasil. Apesar disso, alguns amigos meus já estiveram aí e eles ficaram totalmente impressionados. Tenho certeza, um dia eu vou visitar esse país durante minhas férias.

Para finalizar, que mensagem você gostaria de deixar para nossa comunidade?
Eu gostaria de agradecer a todos vocês por seu interesse em mim, na nossa equipe e nosso trabalho no Tibia. Todos nós aqui sabemos que existem grandes expectativas e vamos nos dedicar de coração e alma no desenvolvimento do Tibia.

O que achou do Shintao? E da entrevista? Não deixe de comentar também em nosso fórum!

DEIXE UMA RESPOSTA

Favor comente aqui!
Favor insira seu nome aqui