Passado Tibiano - Itens esquecidos pelo tempo

Itens que existem desde os tempos antigos e permanecem acessíveis, mas que caíram no esquecimento

34
9319

O Tibia é um jogo que foi marcado por várias eras. Cada versão lançada trouxe consigo novas histórias, quests, mecânicas e itens, que serão nosso principal foco.

Quase todas as discussões a respeito de itens presentes nas versões antigas convergem em itens únicos e lendários, como a Magic Longsword, Blessed Shield ou Horned Helmet. Desta vez, vamos fazer diferente: vamos focar em itens que existem desde os tempos antigos e permanecem acessíveis, mas que caíram no esquecimento ou tiveram seu uso drasticamente reduzido. Dos itens que serão apresentados, muitos ainda apresentam uma utilização razoável, porém, incomparável.

O objetivo é transmitir a jogadores mais novos um pouco da realidade do Tibia antigo, bem como trazer uma boa dose de nostalgia para o pessoal que teve contato com o jogo naquela época.

1.  Ultimate Healing Rune 

Abrimos a lista com uma runa clássica: a famosa UH. Esta runa, antigamente azul, marcou uma geração de jogadores, sendo a runa mais utilizada da época.

Nas versões mais antigas do jogo, não existiam poções de cura realmente eficientes. Os antigos life fluids eram caros (considerando que recuperavam cerca de 100 de hp) e ineficientes para jogadores de nível um pouco mais elevado. Assim, a antiga UH cumpria bem com seu papel.

Como nos dias atuais, apenas druids eram capazes de produzí-la. A diferença é que podia ser feita por jogadores level 11 que possuíssem magic level 4. Podia ser utilizada por jogadores de qualquer nível, desde que também possuíssem magic level 4.

Graças a facilidade de produzí-las, druids lucravam muito com a venda das runas por um preço médio de 2k por backpack.

No passado, a UH curava os jogadores utilizando level e magic level como base, ambos com o mesmo peso. Isso fazia com que knights conseguissem curar praticamente a vida inteira do personagem com uma única runa. Em 2007, entretanto, a fórmula de cura foi alterada, passando a considerar o magic level do jogador, o que inviabilizou o uso efetivo das runas para knights. Ainda no mesmo patch, boa parte das poções de cura que existem hoje foram implementadas, o que incentivou os jogadores a recorrerem as mesmas e dependerem mais das mais magias de cura de suas vocações.

Atualmente, com uma cultura mais forte de times e o domínio das magias Heal Friend e Mass Healing por parte dos druids, a runa é bem menos utilizada. Existem cenários onde paladins ou sorcerers carregam algumas runas consigo para ajudar knights a se curarem em casos de emergência, como a morte do druid do time.

2.  Heavy Magic Missle 

Uma outra runa essencial nos tempos mais a antigos, a HMM, era uma das principais formas de ataque de sorcerers e druids da época.

Assim como a UH, a criação das HMMs possuia requisitos muito baixos: sorcerers, druids e paladins de level 10, magic level 3, podiam fabricá-las. O preço médio de venda era de 1k por backpack, e cada runa possuía 5 cargas. Para utilizá-las, o jogador deveria possuir magic level 1.

Na época, não existiam wands ou rods, ou seja, sorcerers e druids dependiam de armas melee, como espadas ou clavas. No caso de jogadores premium account, magias como Energy Strike, Flame Strike e Death Strike não possuíam uma usabilidade muito prática: o ataque era disparado no SQM exatamente a frente do personagem. Em outras palavras, era necessário encostar e ficar de frente para o monstro para acertá-lo. Assim, HMMs eram um ótimo recurso para atacar de maneira segura.

A runa perdeu força após a inclusão de wands e rods no jogo e melhorias realizadas nos strikes. Knights a abandonaram de vez com a mudança na fórmula de dano, que passou a depender fortemente do magic level.

3.  Explosion Runes 

Ainda falando de runas, a Explosion também foi uma runa muito útil no passado, sendo majoritariamente utilizada por knights.

Na época, a única magia de ataque disponível para knights era a Berserker, disponível apenas para jogadores premium account com promotion. Por esse motivo, para complementar o dano quase exclusivamente melee, knights recorriam a runas. Essa prática era viável para knights, uma vez que a fórmula de dano das runas podia ser calculada tanto através do level quanto do magic level. No caso dos knights, o level (sempre mais alto) apresentava um peso que praticamente descartava o magic level, resultando em um dano considerável.

Knights de nível mais baixo recorriam a HMMs, cujo requisito era magic level 1. Jogadores de nível mais alto, por outro lado, recorriam a Explosion rune: muito mais poderosa, porém, restrita ao magic level 6. A Explosion rune podia ser fabricada por sorcerers de level 13, magic level 12. Cada runa possuía 3 cargas.

Assim como a HMM, ela deixou de ser utilizada pelos knighs com a mudança na fórmula de dano. Além disso, as novas magias de ataque que foram implementadas para os knights compensaram o seu uso. Ocasionalmente, é utilizada por sorcerers que buscam causar dano físico.

4.  Burst Arrows 

Até o momento falamos a respeito de runas e, inclusive, sua utilização por knights. Agora, vamos falar um pouco a respeito de munição. As bursts arrows, por muitos anos, foram utilizadas por sorcerers.

No passado seu dano era calculado com base no magic level do personagem. Por esse motivo, mesmo com skills baixíssimos em distance fighting, sorcerers causavam um dano muito superior ao de paladins com a mesma munição.

Esta arrow nunca esteve disponível em NPCs. Na época, apenas dragons e hunters derrubavam o item. A burst arrow também podia ser fabricada por paladins com magic level 10, que costumavam fazer um bom dinheiro vendendo-as para sorcerers de nível um pouco mais alto.

5. Power Bolt 

Já que falamos sobre munições, não vamos esquecer dos paladins!

Durante muito tempo, a variedade de munições foi muito restrita. Eram cinco no total, incluindo arrows e bolts comuns, poison arrow, burst arrow e, finalmente, power bolt, que era a munição padrão para paladins de nível mais alto.

A power bolt possuía 50 de ataque, 20 pontos acima da bolt comum, ainda que alguns afirmem que sua variação de dano era mais instável. Royal paladins com magic level 14, relativamente alto para a vocação, podiam conjurá-las para utilização própria ou para ganhar algum dinheiro vendendo-as para jogadores free account.

Com a implementação de novos tipos de munição, que apresentam variação de alcance e modificadores de dano, a power bolt acabou ficando obsoleta. Seu dano de ataque foi reduzido para 40, a magia para conjurá-las foi removida do jogo e a mesma se tornou disponível em NPCs.

6.  Fire Sword 

A fire sword é uma espada muito antiga e, na época, muito cobiçada.

Primeiramente, vamos voltar a versão 7.0 do jogo e nos situar: não existiam wands ou rods, logo, sorcerers e druids utilizavam armas melee. Grande parte do jogo estava imersa na escuridão: não havia nenhum tipo de controle de iluminação, os jogadores dependiam de tochas ou magias para iluminar as cavernas.

A fire sword resolvia muitos desses problemas. Possuía 35 de ataque, um bom valor tanto para knights quanto para magos. Era uma espada bem leve, pesando incríveis 23 oz, o que era excelente para vocações com pouca capacidade de carga. A espada ainda iluminava o ambiente e, de quebra, já possuia um sprite bem bonito! Um item perfeito para quase todas as ocasiões.

Obter uma, entretanto, não era uma tarefa muito fácil: apenas heroes e dragon lords, monstros fortes para a época, derrubavam o item. Isso levava os jogadores mais poderosos, aptos a encontrarem a espada, a vendê-la por um valor relativamente alto. Outra maneira de obter a espada era através da Orc Fortress Quest.

A espada não caiu em completo desuso. Hoje em dia, seus 35 pontos de ataque foram diluídos em 24 pontos de dano físico e 11 pontos de dano elemental. Isso restringe um pouco o uso da espada, uma vez monstros fortes ou imunes a fogo derrubam consideravelmente sua eficiência. Além disso, apenas jogadores de nível 30 podem utilizar a espada, enquanto em tempos passados, jogadores próximos ao nível 20 já a utilizavam.

É muito comum knights que utilizam espadas carregarem uma para situações em que necessitem de dano elemental. Também é possível destruí-las para obter Magic Sulphurs em troca, que podem ser utilizados em algumas quests.

7.  Skull Staff 

Outro item excepcionalmente bom para sorcerers e druids que acabou sendo deixado de lado.

A skull staff, na época, era um item relativamente raro, uma vez que só podia ser obtido em Warlocks e Necromancers, além da Medusa Shield Quest, em Drefia. Com 36 pontos de ataque, pesava apenas 17 oz, uma verdadeira mão na roda para ambos os magos devido a capacidade limitada de peso.

Hoje em dia, a skull staff ainda é utilizada por knights de forma regular. Ainda assim, sua popularidade e seu valor não chegam nem perto do que já foram um dia. Vale lembrar que, em atualizações recentes, a skull staff recebeu slots para imbuements. Ainda assim, a probabilidade de um aumento de popularidade é baixa, visto que é uma arma voltada para jogadores de nível 30, sendo rapidamente substituída após alguns níveis.

8.  War Hammer 

Quem jogou por volta de 2003 com certeza sabe: era impossível passar a oeste de femor hills e não dar uma paradinha nos wild warriors próximos para tentar obter um War Hammer!

Esse item era uma estratégia utilizada por jogadores um pouco mais experientes para evoluir rapidamente um knight: treinar club e, logo no level 8, adquirir um War Hammer. Sem restrições de level, seus 45 pontos de ataque facilitavam muito a vida de knights level baixo.

Perdeu muita popularidade quando sua utilização ficou restrita ao level 50 ou superior, visto que existem armas melhores para a mesma faixa. Seu valor também caiu muito, podendo ser vendido a meros 1.5k em NPCs.

9.  Ice Rapier 

Muitos jogadores atuais conhecem a característica única da ice rapier: a espada quebra logo no primeiro ataque.

Essa característica já é suficiente para derrubar a popularidade do item. Apesar de apresentar um alto dano de ataque, que é diluido em 42 pontos de dano físico e 18 pontos de gelo, não é uma arma prática. O que poucos sabem, entretanto, é que a Ice Rapier já ocupou a posição de arma mais poderosa do jogo.

Antes de seu balanceamento, a ice rapier possuía incríveis 100 pontos de ataque. Somando a força absurda da arma com as fórmulas de dano dos tempos mais antigos, existem registros de knights que conseguiam atingir mais de 1000 de dano utilizando-a. Muitos podem não se espantar levando em consideração o dano causado por knights hoje em dia (utilizando combos e magias de buff), porém, esse dano era causado por jogadores level 100.

Ainda hoje, algumas pessoas utilizam a arma como fonte de dano na Annihilator Quest.

10.  Blue Robe 

A Blue Robe é um item muito antigo, e era uma das principais escolhas de armaduras para sorcerers e druids.

Possuia 11 pontos de armadura e pesava apenas 22 oz, também focando personagens com pouca capacidade. O item, antes cobiçado, se tornou completamente obsoleto quando novas capas foram introduzidas ao jogo, trazendo bônus de magic level.

A Blue Robe, por sua vez, jamais recebeu uma reformulação para se adequar aos novos itens. Existe uma expectativa que volte a ser utilizada devido aos slots de imbuements adicionados a ela recentemente, porém, sua popularidade continua bem baixa.

11.  Golden Armor 

Em uma época em que a variedade de armaduras era reduzida, a golden armor sem dúvida cumpriu bem com seu papel, e foi um item muito cobiçado.

Com 14 pontos de defesa, a golden armor era a quarta melhor armadura do jogo, ficando atrás apenas das raras Dragon Scale Mail, Demon Armor e Magic Plate Armor. Podia ser obtida apenas em Warlocks ou na Behemoth Quest, considerada muito difícil para a época em que surgiu. Seu valor chegava aos 100k, valor muito alto para o momento em que fez sua fama.

Infelizmente, a armadura em questão também não acompanhou os novos itens que surgiram. Apesar de não possuir restrições de level, seu valor atual faça com que outras opções se tornem mais interessantes para personagens de level baixo, como a própria Dragon Scale Mail.

12.  Stone Skin Amulet 

Pode parece estranho um amuleto tão comum e presente no jogo aparecer nesta lista. Mas, o fato é: comparado ao Stone Skin Amulet antigo, o atual fica muito atrás.

Hoje em dia, o Stone Skin Amulet fornece 80% de proteção contra dano físico e death. O antigo, por sua vez, tornava o jogador completamente invulnerável a qualquer tipo de ataque. Assim, era muito comum sua utilização durante guerras e quest mais difíceis, como a Demon Helmet Quest ou a própria Annihilator.

Sua utilização não era das mais fáceis. Hoje em dia, com o auxílio de hotkeys, é possível equipar o item facilmente. Nas versões antigas, o jogador devia arrastar o amuleto para equipá-lo, o que requeria certa precisão para equipar vários seguidos.

13.  Amulet of Loss 

Fechando a lista de hoje, falamos um pouquinho sobre o amulet of loss.

O amulet of loss foi a segunda tentativa de mecânismos que visam reduzir a penalidade de morte absurda do jogo, muito pior nos tempos mais antigos. A primeira foi o ainda mais antigo Amulet of Life, que eliminava 100% da penalidade de morte. Quando a CipSoft resolveu balancear essa questão, o Amulet of Life foi criado, enquanto o antigo foi transformado no raríssimo Broken Amulet.

O amulet of loss trouxe uma mecânica similiar: ao morrer, o jogador perde o amuleto, que protege os demais itens equipados. Em conjunto, jogadores adquiriam as antigas blessings, que reduziam a taxa de perda de skills ou experiência.

O amulet of loss, entretanto, tinha uma falha grave: a grande maioria dos jogadores o utilizavam para proteger seus itens, o que praticamente inutilizava todos os outros amuletos do jogo. Afinal, qual seria o sentido de utilizar um amuleto para se proteger quando isso significava se expor ao risco de perder itens bem mais caros?

Assim, as blessings passaram a cobrir tanto suas responsabilidades antigas quanto as do amulet of loss, deixando os jogadores livres para utilizarem demais amuletos utilitários durante suas aventuras.

O amulet of loss ainda existe no jogo, pode ser adquirido no lendário Eremo e pode ser obtido em algumas criaturas. Sua utilização, entretanto, ficou absurdamente restrita, especialmente devido ao preço maleável das atuais blessings.

14. Conclusão

O Tibia é um jogo de 20 anos, e é impressionante a quantidade de conteúdo antigo que foi esquecida. Ainda assim, é sempre interessante relembrar aqueles tempos e compará-los aos dias atuais. Espero que este artigo tenha despertado a nostalgia nos jogadores mais antigos e a curiosidade dos jogadores mais recentes.

Até a próxima!

DEIXE UMA RESPOSTA

Favor comente aqui!
Favor insira seu nome aqui

Comentários
  1. legal galera , eu não peguei essa época infelizmente , mais quase pego , comecei logo quando deu uma mudada , mais bacana relembrar (y)
    Power Bolt e Golden Armor não são tãaao esquecidos assim, não.

    Fire Sword eu usei na task das Tarantulas recentemente e gostei bastante, mas pouca gente usa.

    Porém, o que dá dó aí é o War Hammer. Uma das principais armas do old Tibia (45 atk), e não vale a pena nem pegar como loot mais.
    e se tem uma das coisas que mais temia no tibia era a presença de uma caveirinha branca nos fundos de folda! kakaka
    sou da época do onde buble apavorava no top level,(100) e parei de jogar na época que lord paulistinha foi deletado, acompanhei muito tibia, hoje estava conversando com um amigo antigo, e ele me disse que já tem level 1100 :OO entrei pra conferir e vi este artigo, ainda amo este jogo! pena não ter mais tempo!!
Participe da Conversa