Em um cenário onde produtoras de jogos de computadores são altamente capitalistas, seja através da venda de expansões do jogo, itens, vantagens ou cobrando mensalidades, a CipSoft vem se alinhando e se encaixando bem nesse paradigma querendo espremer dinheiro – e eu digo espremer, porque o que ela faz não é apenas ganhar dinheiro, do seu único negócio que deu certo, o Tibia.

É comum empresas enfrentarem crises e faz parte do negócio nesse momento o contingenciamento de gastos visando manter o que ganha atualmente para posteriormente voltar a investir e crescer. Por mais que a receita do Tibia cresça a cada ano (de acordo com os dados divulgados no próprio site da CipSoft), ela também passou a gastar muito mais. Devo lembrar que os valores divulgados lá são o faturamento bruto anual, que é bem diferente do liquido. Contratou empresas para mitigação de ataques DDoS, migrou seus servidores para os serviços de datacenter da Amazon e recentemente vem inserindo no jogo o sistema anticheat BattlEye. Todos esses novos serviços são custos que entraram para a planilha de gastos da empresa e que devem de alguma maneira ser recuperados através do serviço por eles oferecido.

Faturamento anual da CipSoft

No meio desse monte de mudanças que tivemos no jogo, uma delas foi realizar as fusões dos servidores que possuíam poucos jogadores online, gerando mundos a partir de dois ou mais servidores, de modo a poupar custos de hospedagem.


O problema é que, após essas fusões, a CipSoft também anunciou a criação de novos servidores – escavando, digo, descobrindo uma mina de dinheiro através desses mundos,  nos quais os jogadores se esperneiam e se digladiam gastando muito dinheiro com Tibia Coins de modo a adquirir vantagens para dominar esses servidores e se manterem no topo. Até que, finalmente, esse mundo passe a ser dominado por alguma guilda, o número de jogadores online diminua, o faturamento da empresa baixe e o denominado novo mundo seja fundido com outro. E, assim, a CipSoft reinicia o ciclo criando mais uma vez novos servidores e dando início a uma nova mina de dinheiro – seu mais novo negócio de arrecadação financeira.

DEIXE UMA RESPOSTA

Favor comente aqui!
Favor insira seu nome aqui

Comentários
  1. Guest
    AH claro os caras iriam criar mundo com transfer aberto. Seria bem justo com quem começaria do 0 -.-
    Não faz sentido criar um server e permitir transfer nele cara, só pensa um pouco pelo amor.
    Cara, pensa um pouco, quando houve a pesquisa ficou claro que viria um mundo novo BR para jogadores mais velhos que gostariam de jogar com seus MAIN chars em um servidor com baixa latencia. O que impede de novos jogadores criarem seus chars em servidores velhos também? Infelizmente quem não está pensando aqui é você porque não LEU o que eles mesmos escreveram, lembre-se se for um mundo voltado para transfer livre desde seu inicio seria visado para JOGADORES VELHOS QUE QUEREM JOGAR COM UM PING BAIXO.
    OBS: Menos ignorancia e mais leitura e interpretação.
    Guest
    Acho que a cip deveria ouvir e analisar as opnioes dos jogadores old e mais experientes, tirando algumas conclusoes e implementando no jogo... tanto pvp como non pvp, hunts, power abuse, entre outros ! #pegavisaocip -.- #vaifalir se continuar assim.
    Guest
    AH claro os caras iriam criar mundo com transfer aberto. Seria bem justo com quem começaria do 0 -.-
    Não faz sentido criar um server e permitir transfer nele cara, só pensa um pouco pelo amor.
    Guest
    Uma solução para aumentar os players do tibia pelo menos em servers non-pvp, seria a criação de dungeons.
    Onde apenas a pt teria acesso à essa área ou seja, uma hunt como nightmare isles seria uma espécie de DG, teria como ser acessada por qualquer player, caso o jogador entre sem estar na pt ou em pt separada não se chocaria com outros players. Assim acabariam os power abusers e a evasão de players.
    Muita gente para de jogar a cada dia devido aos power abuser, a escolha de jogar em servidores non-pvp é justamente por isso. mas os power abuser de non-pvp chegam a ser piores que os de pvp. Essa sugestão seria apenas para mundos non-pvp, assim a economia do jogo cresceria, e traria de volta ao jogo pessoas que já pararam.
    Guest
    Estou esperando ansiosamente para sair do lag, parar de pagar proxy de tunnel (gastaria a grana do proxy em tibia coins) e ter alguns TC mais baratos que 16k cada para comprar no market. Acho que seria isso de início.
    Depois vem a questão de mais gente online pra jogar junto, fazer quests, matar bosses, ter uma guild à moda antiga em que as pessoas se conversam... vai dar uma animada porque em calmera só tem gente preguiçosa que entra pra warzone e sai ou é bem ativo e paga pra guild dominante deixar eles caçarem nos melhores lugares sem levar hunted.
    Levando em consideração o preço de outfits e montarias na store, uma transfer de 1000 tibia coins pra server BR muita gente pagaria fácil, mas teriam que abrir uns 5 ou mais servers BR de uma vez pra conter o número de migrações de pessoas de todos os optional... tem gente BR jogando em server europeu pra fugir das guilds dominantes em optional.